Ringo Starr

 

Ringo era o baterista da banda.

Ele só entrou como baterista dos Beatles em 1962. Enquanto fazia parte do conjunto, ele compôs poucas canções, na verdade foram só duas: Don’t Pass Me By, para o Álbum BrancoOctopus’s Garden para o álbum Abbey Road e mais quatro em co-autoria com os outros beatles (What Goes On do Rubber Soul, Flying do Magical Mystery Tour, Maggie MaeDig It do Let It Be. Embora não tivesse feito muitas composições, sempre cantava uma música nos shows e discos da banda de outras autorias, entre elas BoysI Wanna Be Your ManHoney Don’tAct NaturallyGood Night. Mas conseguiu grande sucesso cantando as músicas Yellow Submarine do álbum Revolver e With a Little Help From My Friends do álbum Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band, ambas escritas pela dupla Lennon/McCartney.

Ringo foi o primeiro a abandonar a banda. Em uma entrevista em 1968, John Lennon ao ser perguntado se Ringo era o melhor baterista do mundo, John respondeu: “Ele nem é o melhor baterista dos Beatles”. John se referia ao fato de Paul McCartney ter gravado a bateria em duas canções do disco Álbum Branco. Ringo, que de uma certa forma já se sentia excluído pela banda por não compor como Lennon/McCartney e nem mesmo como George Harrison, acabou abandonando a banda por duas semanas. Ringo só retornou depois que os outros três integrantes pediram por sua volta.

Ringo entre os Beatles era o que tinha a personalidade mais calma e possuía um estilo tranqüilo, o que foi um fator importante na sua integração com os outros integrantes do grupo mesmo após a sua dissolução em 1970. Ele foi durante todo o tempo o que tinha um melhor relacionamento com os outros três ex-beatles.

Apesar do sucesso da banda, ele era considerado por muitos músicos um baterista medíocre. Para se defender usava, com seu humor característico, uma frase sarcástica: “Dizem que não toco muito bem, mas sou o baterista da melhor banda do mundo… logo, sou o maior baterista do mundo!”. Mas ele tem muito a seu favor nesse quesito, tendo sido o baterista a popularizar um modo de tocar bateria com igual força em ambas as mãos, em contraposição ao estilo vigente, que deixava a mão esquerda segurando a baqueta como um palito chinês. Ringo também ajudou a melhorar a qualidade das gravações de bateria na época. Como membro dos Beatles, teve importância na elaboração dos arranjos, com batidas simples, mas inconfundíveis.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s